eiro o POVO

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

SERVIDORES EFETIVOS MUNICIPAIS DENUNCIAM PREFEITO DE MARTINÓPOLE AO MINISTÉRIO PÚBLICO POR ATRASO DE SALÁRIO

Servidores efetivos da prefeitura de Martinópole, denunciaram o prefeito da cidade, Júnior Fontenele, ao Ministério Público na manhã desta quinta-feira (25), por atraso de salário.

De acordo com uma servidora que não vamos identificar, durante a gestão anterior recebia seu salário sempre em uma data especifica, mas desde o ano passado o salário começou a ser pago em datas indefinidas; que em 2017 o salário referente a outubro foi pago dia 22, novembro, que o salário de novembro foi pago em 7 de dezembro e que o salário de dezembro ainda não foi pago. “Eu recebo apenas um salário mínimo, deste valor tenho que comprar remédios antidepressivos e de pressão, devido os atrasos estou interrompendo constantemente o tratamento,” disse a servidora.

Ela também contou que a incerteza quanto a data do pagamento do salário está lhe causando dificuldades financeiras, pois está deixando de honrar seus compromissos assumidos com credores.

O promotor de Justiça Victor Borges Pinho, deve notificar até amanhã o prefeito de Martinópole, para que ele justifique os atrasos salariais.

Do Blog: Enquanto isso vereadores demonstram estado de acomodação. O presidente do legislativo, por exemplo, prefere se preocupar com construção de um puxadinho que está sendo feito no prédio da Câmara sem o mínimo de transparência, já que não existe placa alguma especificando o valor total do puxadinho, origem do recurso, empresa responsável e prazo de conclusão.


Postar um comentário