eiro o POVO

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Diretora do CEO regional está na lista do TCE como ficha suja


Rógisla Fernandes Nogueira, ex- presidenta da Câmara de vereadores de Martinópole e atual diretora do CEO Regional Consórcio de Saúde de Camocim (Foto: reprodução)
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) entregou nesta quarta-feira 8, à Justiça Eleitoral uma lista de 3.586 gestores que tiveram contas julgadas irregulares no Ceará e, por isso, estão inelegíveis.

A lista se refere a processos julgados no período entre 15 de agosto de 2010 e 7 de agosto deste ano e envolve representantes de todos os municípios do Estado.

A Diretora do CEO Regional do falido Consórcio de Saúde de Camocim, Rógisla Fernandes Nogueira (foto), ocupante do cargo desde março de 2017, mesmo período em que o Prefeito de Martinópole, Júnior Fontenele, foi eleito presidente, está na lista como "ficha suja". Ela tem 3 contas desaprovadas entre 2015 e 2016, quando era Presidente da Câmara de Martinópole.

Mesmo já respondendo por irregularidades como gestora perante o Tribunal de Contas do Estado do Ceará, Rógisla foi nomeada pelo Presidente Júnior Fontenele para administrar o CEO Regional, tendo a aprovação final do "presidente de fato" do consórcio, o candidato a deputado, Romeu Arruda. 

Segundo o secretário-geral do TCE-CE, Tenir Cordeiro, "O TCE é muito criterioso ao fazer os exames desses processos para identificar fraudes, conluios para favorecimento de fornecedores, e atos com vícios de legalidade e improbidade administrativa", diz.
Fonte: Camocim Online e informações TCE/CE




Postar um comentário