quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Sobe para quatro o número de cidades do CE que tiveram os agendamentos cancelados por falta de doses de vacina contra a Covid

 

Público agendado para se vacinar tem aplicação suspensa por falta de dose em duas cidades do Ceará — Foto: Divulgação/Sesab


Já chega a quatro o número de municípios do Ceará que suspenderam a aplicação da segunda dose da vacina AstraZeneca contra a Covid-19 previstas para os próximos dias. Crato, Barbalha, Brejo Santo e Jardim afirmam que não receberam novos lotes do imunizante.

 

As cidades de Crato e Barbalha, na Região do Cariri, chegaram a divulgar a lista de pessoas que se vacinariam até quinta-feira (23), mas o agendamento foi suspenso devido à falta de doses.

 

Na terça-feira (21), a Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa) afirmou ao g1 que o estado recebeu 91.500 doses de vacinas contra a Covid na última segunda (20), sendo 1.000 da Janssen e 90.500 da AstraZeneca (D2).

 

Conforme a pasta, esses imunizantes serão repassados para as cidades do interior com objetivo de contemplar a população com os imunizantes.


Segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Crato, a prefeitura "não recebeu os novos lotes da vacina AstraZeneca destinada à segunda dose, previstos para segunda quinzena do mês de setembro".

 

A gestão disse também que "a vacinação da segunda dose AstraZeneca agendada para os dias 21, 22 e 23 de setembro está temporariamente suspensa até o recebimento do imunizante". A SMS afirmou ainda que as pessoas agendadas para esses dias terão prioridade na programação da vacinação após a chegada das vacinas.

 

"Tínhamos um agendamento previsto do dia 20 ao dia 23 e a gente suspendeu porque o município ainda não recebeu os novos lotes da vacina AstraZeneca. A gente continua vacinando com CoronaVac e Pfizer, isso em relação a segunda dose. Só que essas pessoas que estavam agendadas no site Saúde Digital para a vacina AstraZeneca está temporariamente suspensa", disse Dhiones Gomes, secretário executivo da Saúde do Crato.

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Barbalha confirmou também que não recebeu do Ministério da Saúde novos lotes para a segunda dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz prevista para o mês de setembro. A SMS de Barbalha avisa que não serão realizadas as agendas para esse público.

 

De acordo com a coordenadora de imunização de Barbalha, Adriana Rocha Dantas, a última remessa de doses de vacina recebida pelo município foi no dia 8 de setembro. Na ocasião, eram esperadas 2 mil doses, porém só foram entregues 46%, ou seja, 920 doses.

 

"Isso fez com que não tivesse o quantitativo para cumprir o cronograma de agendamento de segunda dose das pessoas", afirma Adriana.

(G1CE)

 

Nenhum comentário: