domingo, 7 de novembro de 2021

Suspensão da pré-candidatura: o que os adversários de Ciro chamam de saída honrosa, pode na verdade, ter sido uma jogada de mestre

 

Foto: reprodução

Por Reginaldo Silva- professor-radialista e jornalista

A decisão de Ciro Gomes de suspender a pré-candidatura a presidente da República até que seu partido, o PDT,  reavalie seu posicionamento na votação da PEC dos precatórios pode enfraquecer sua candidatura ou ser considerada uma jogada de mestre.

 

Independentemente do resultado da votação da PEC dos precatórios em segundo turno, a decisão de Ciro de suspender a pré-candidatura a presidente da República, já conseguiu dois feitos. O primeiro foi ocupar a principal página do noticiário nacional, dando maior visibilidade a sua própria candidatura, mesmo que suspensa. O segundo feito foi obrigar as siglas que lutam pelo espaço de uma candidatura no campo de centro “nem Lula, nem Bolsonaro”, a no mínimo, discutirem internamente, até que ponto estão comprometidas com essa corrida ao Palácio do Planalto ou se ainda permanecerão no campo do jogo duplo, com um pé no partido e o outro no governo Bolsonaro.

 

Se a maioria do PDT continuar votando como votou em primeiro turno na votação dos precatórios, Ciro terá dificuldades de manter a unidade do partido em defesa de um projeto nacional e principalmente em relação a fazer futuras alianças com outros partidos de centro que não querem a polarização entre Lula e Bolsonaro, uma vez que a imagem de falta de unidade partidária prejudica o todo da campanha.

 

Por outro lado, se a maioria do PDT entender o chamamento de Ciro para unificar o pensamento político do partido em defesa de um projeto nacional, enquanto as outras legendas como; PSDB, MDB, PSD, Podemos, Novo e União Brasil assistem o governo comandar grande parte de seus liderados, o jogo muda de figura e, os mais atingidos pelo furacão passam a ser os presidenciáveis dessas legendas que demonstrarão ser apenas partidos agregados e a disposição do presidente Bolsonaro, dificultando a corrida de seus pré-candidatos ao Palácio do Planalto.

 

É preciso aguardar a votação em segundo turno dos precatórios para entender o desfecho dessa novela, contudo, o que os adversários de Ciro chamam de saída honrosa, pode na verdade, ter sido uma jogada de mestre.

(Noticias do Ceará)

 

 

Nenhum comentário: