quarta-feira, 9 de março de 2022

Grupo de crianças é levado para a escola em van superlotada no interior do Ceará

 

Crianças amontoadas entre os bancos do veículo lotado em São Benedito, no Ceará — Foto: Arquivo pessoal

Um grupo de crianças foi flagrado sendo transportado para escola em uma van superlotada nesta terça-feira (8) na comunidade de Xique-Xique, município de São Benedito, no Ceará. Alguns estudantes chegaram a fazer o trajeto sentados no colo dos outros devido à falta de espaço no veículo. Uma das imagens registradas por testemunha mostra inclusive uma criança sentada no colo do motorista.

 

De acordo com o relato da mãe de um aluno, que preferiu não se identificar, o problema da lotação do transporte escolar no município tem sido constante desde o retorno presencial dos alunos às escolas. Ela afirmou ainda que em algumas localidades os filhos estão indo a pé por falta de transporte.

 

A secretária de educação do município, Lúcia de Fátima Gonçalves informou que os alunos foram alocados em um único veículo porque o outro carro havia quebrado. Segundo ela, o problema foi pontual já foi resolvido nesta quarta-feira (9), quando dois veículos fizeram o transporte das crianças, todas sentadas e em segurança.

Criança aparece no volante do veículo sentada no colo do motorista; secretaria diz que ela é filha do condutor e que o veículo estava parado — Foto: Arquivo pessoal

A respeito da foto da criança no colo do condutor do veículo, ela diz que a imagem foi tirada de contexto ao ser divulgada nas redes sociais. "A criança que aparece na foto é filha do motorista, que pediu para alguém registrar o momento. Não procede que o estudante tenha feito o trajeto para a escola sentado no colo dele", afirma.

 

Sobre as reclamações de que alguns estudantes estariam indo às aulas a pé por falta de transporte, a secretária explicou que já está sendo feito uma série de levantamentos para identificar as áreas descobertas para que todos possam ser incluídos nas rotas.

 

"Estamos fazendo um levantamento para identificar as falhas e atender a todas as comunidades do município. Quando recebemos o relato de que um aluno está sem transporte para ir à escola, comunicamos imediatamente ao motorista responsável por aquela área para que o aluno seja incluído na rota. Nós estamos trabalhando para que todos sejam atendidos o mais rápido possível com o transporte escolar tanto na zona urbana quando na zona rural", conclui.

(G1/CE)



Nenhum comentário: