teste

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Relator pede aplicação de multa a Sérgio e Mônica Aguiar por conduta vedada, mas rejeita cassação


O juiz David Sombra Peixoto, relator da representação por conduta vedada a agente público contra o dep. Sérgio Aguiar e esposa dele e prefeita de Camocim, Mônica Aguiar, deu hoje parecer pela aplicação de multa de R$ 50 mil por conduta vedada nas Eleições de 2018. O TRE-CE volta a julgar o caso amanhã.

O desembargador José Vidal Silva Neto acompanhou o voto da relatoria e sugeriu a elevação da multa para R$ 80 mil reais. Ele considerou "gravíssima a conduta da prefeita relativa ao ato de contratação em massa de 500 professores, sem a minima justificativa de interesse público, em ano eleitoral. 
(Com Pontopoder)


Nenhum comentário: