sexta-feira, 5 de novembro de 2021

DJ Ivis faz primeira publicação na web após sair da prisão: 'Sei que errei

 

Avine Vinny, Eric Land, Nattanzinho e outros artistas mandam mensagem de apoio em 1ª postagem de DJ Ivis após ser solto: ‘todos merecem perdão’ (crédito: DJ Ivis/Instagram/Reprodução)


Na tarde desta sexta-feira (5/11), DJ Ivis publicou pela primeira vez nas redes sociais, após sair da prisão, onde estava por três meses acusado de agressão a ex-mulher, Pâmella Holanda. No Instagram, a última foto do artista é de 10 de julho, um dia antes dos vídeos em que aparece batendo nela serem divulgados.


Com uma foto mostrando apenas a cor branca, Ivis reflete sobre os crimes que cometeu: "Por muitas vezes eu disse que começo a produzir pelo refrão. Hoje, trago este pensamento para minha vida, quero recomeçar a partir de onde me perdi. Não é possível apagar o passado. Sei que errei. Mas também sei que posso ser uma pessoa melhor".

 

Vários cantores e nomes da música comentaram mensagens de apoio a DJ Ivis, na primeira publicação feita por ele após a prisão por agredir a ex-mulher Pamella Holanda. Artistas como Avine Vinny, Eric Land e Nattanzinho são alguns dos famosos que demonstraram solidariedade ao paraibano.

 

“Deus te abençoe meu irmão. Todos merecem perdão e uma segunda chance”, comentou Eric Land na publicação onde DJ Ivis demonstra o desejo de continuar a carreira, mesmo após as agressões.

 

Outros artistas famosos, principalmente do piseiro, sertanejo e forró, conhecidos nacionalmente também deixaram mensagens de solidariedade, como Marcynho Sensação, DJ Guuga, Devinho Novaes, Vinícius Poeta, Renno, Wallas Arrais, Israel Muniz, Joyce Tayna, e DJ Henrique de Ferraz. 

"É muito difícil entender um erro no calor do momento, mas quando se tem o tempo que tive para repensar é tudo muito diferente. Sou um ser humano que deseja ser melhor. E que não vai poupar esforços para conseguir. Aprendi a importância de ter um acompanhamento profissional para me entender melhor. Acreditem isso faz total diferença", continuou.

 

Nenhum comentário: