sábado, 20 de novembro de 2021

Flávio Bolsonaro dá o tom da defesa de Valdemar da Costa Neto, Bolsonaro vai mesmo para o PL

 

Foto: reprodução

Coube ao senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) dá o tom do discurso em defesa de Valdemar da Costa Neto, este é o primeiro sinal que assegura a filiação de Bolsonaro ao PL.

 

O ex-deputado Valdemar Costa Neto, presidente do PL é um dos principais expoentes do Centrão. Ele fé alvo de críticas por ter sido condenado e preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro após o escândalo do mensalão. Bolsonaro foi eleito com a pauta de combate a corrupção e agora adapta seu novo discurso com a entrada no partido de Valdemar da Costa Neto.

 

Quem deu o tom da nova estratégia foi o senador Flávio Bolsonaro, entusiasta do acordo com o partido de Costa Neto, político condenado e preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro após o escândalo do mensalão. “Isso é cicatriz. Ele já pagou o que tinha que pagar. Está quites, zerado”, disse Flávio Bolsonaro.

 

Flávio Bolsonaro, o Filho “01” do presidente, participou de todas as negociações até agora com o objetivo de descobrir uma legenda para abrigar o grupo, já que o plano de criar o Aliança Brasil não deu certo. Desde que deixou o PSL, há dois anos, o presidente está sem partido.

 

Mesmo antes do casamento, o noivado do presidente com o PL provocou contestações do bolsonarismo “raiz” porque vai contra todas as promessas. Coube a Flávio, porém, traçar a estratégia para rebater as críticas.

 

“Qualquer partido vai ter problemas. Eu não passei o que passei? Sou bandido por causa disso? Não dá para comparar com o que o Valdemar teve, mas ele cumpriu a pena dele. Vamos julgar novamente o cara?”, questionou Flávio.

 

EM TEMPO

 

Pelo menos dois ministros devem seguir Bolsonaro em sua provável ida para o PL: Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional).

*Noticias do Ceará

Nenhum comentário: