<>

eiro o POVO

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

IGUATU: CÂMARA APROVA ADICIONAL DE INSALUBRIDADE PARA SERVIDORES MUNICIPAIS

A Câmara de Vereadores de Iguatu (CMI) aprovou o projeto que regulamenta e cria os adicionais de insalubridade dos servidores públicos efetivos. O projeto tinha levantado inúmeras discussões sobre as categorias que foram incluídas pela Prefeitura e os percentuais previstos desde o ano passado.

        A matéria foi votada em segunda votação e define os índices de 15%, 10% e 5% sob o valor dos vencimentos, aos servidores municipais que trabalham em áreas consideradas insalubres, em contato permanente e/ou habitual com substancia tóxica, radioativa ou com risco de vida.

       O líder de oposição Lindovan Oliveira (PSD) lamentou o fato de que as categorias não aceitaram os índices de 20%, 10% e 5%, quando da discussão do projeto no ano passado. “Desde 2015 que este projeto está na casa e os servidores deixaram de receber percentuais maior, acredito eu, por pura politicagem de parte de movimentos sindicais que os representavam na época”, ressaltou.

       A mensagem do Executivo que dispõe sobre o regimento jurídico dos servidos das autarquias e fundações municipais também foi aprovada em segunda e última votação.
Com DN




Postar um comentário