teste

domingo, 23 de dezembro de 2018

Vendedores encontram mais de R$ 60 mil de roubo de banco e são detidos por receptação no Interior


Os vendedores, de Acopiara-CE, encontraram cerca de R$ 60 mil reais, provenientes do assalto ao Banco do Brasil de Bacabal, no Maranhão. (Foto: Divulgação)
Quatro homens foram presos e um adolescente apreendido por receptação na região rural de Trussu, distrito de Acopiara, situado a 352 quilômetros de Fortaleza, na tarde dessa terça-feira, 18. Os vendedores estavam em posse de mais de R$ 60 mil, valor que tinha sido deixado por assaltantes durante fuga do roubo contra uma agência do Banco do Brasil de Bacabal, cidade do Maranhão. O crime ocorreu no dia 25 de novembro.

“Eles citam no depoimento que estavam no dia do crime lá em Bacabal. Pelos relatos, estavam na lanchonete, quando os bandidos passaram de carro fugindo e jogando dinheiro na rua”, disse o titular da Delegacia Municipal de Acopiara, Rodrigo Silva. Os suspeitos naturais de Acopiara-CE estão detidos na Cadeia Pública do Município. 

Em relação ao assalto no banco de Bacabal, como informa o delegado, foram roubados cerca de R$ 98 milhões, tendo a Polícia recuperado aproximadamente R$ 50 milhões. “A informação é de se tratar de uma quadrilha interestadual. Pelo menos oito dos assaltantes morreram na perseguição policial e os outros se dispersaram. A Polícia do Maranhão está tentando capturar”, contou o delegado.

Crime de receptação

Ao todo, foram apreendidos R$ 62.785 mil. A origem do dinheiro foi identificada através dos lacres nas notas. Vendedores ambulantes de utensílios domésticos e produtos naturais, três dos cinco suspeitos têm grau de parentesco entre si e trabalham juntos. Francisco Duarte Pinheiro de Oliveira, 21, foi encontrado com R$ 24 mil. Diego Duarte de Brito, 19, e seu pai Idalécio Duarte Leite, 38, estavam com R$ 43.300. Já Fagner dos Santos Santiago, 20, estava com R$ 2.950. Com o menor de idade, já liberado, foram apreendidos R$ 2.535, além de uma moto no valor de R$ 11 mil.
Parte do dinheiro apreendido. (Foto: Divulgação)

O delegado de Acopiara esclarece que eles serão indiciados por crime de receptação. “Foi realizado um flagrante, com a pena em dobro, de dois a quatro anos de reclusão, por se tratar de um dinheiro de uma sociedade de economia mista, no caso o Banco do Brasil. Esconderam o dinheiro, adquiriram, transportaram e ocultaram, mesmo não tendo feito parte do roubo”, concluiu Rodrigo Silva.
Fonte: O Povo Online / Larissa Carvalho





Nenhum comentário: