<>

quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Após série de ataques, Força Nacional e Exército reforçarão segurança no Ceará


Na manhã desta quinta-feira, o governador Camilo Santana entrou em contato com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, para dialogar acerca da necessidade da união de forças entre estados e Governo Federal para o combate às organizações criminosas.

“O ministro se colocou à inteira disposição para o apoio necessário, a quem agradeço. Entendo que o crime organizado ultrapassou as divisas dos estados e que, somente com a ação conjunta dos Estados com o Governo Federal, iremos vencer esse desafio. Reafirmo minha determinação de empregar todo o esforço necessário das Forças de Segurança no nosso Ceará para garantir a segurança dos cearenses, nossa prioridade absoluta.”

Além da solicitação de apoio do Governo Federal, através do reforço de homens da Força Nacional de Segurança, Exército e Força de Intervenção Integrada (FIPI), para trabalhar em conjunto com os profissionais cearenses, Camilo Santana anunciou ainda nomeação imediata da turma de 220 novos agentes penitenciários, antes prevista para março e a imediata nomeação dos 373 novos policiais militares, já formados, para atuação nas ruas.
*Monólitos

Nenhum comentário: