teste

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Pressionados pela população Prefeituras de Granja e Tianguá cancelam festejos de carnaval após transtornos ocasionados pela chuva


Tianguá teve  77,4 milímetros, na última terça-feira (5) e Granja 108 milímetros de chuva na última quarta-feira (6). Foto: VC Repórter
Pressionados pela opinião popular nas redes sociais, gestores dos municípios de Granja e Tianguá cancelam festejos de carnaval.

Granja

Após chuva provocar alagamentos e destruir estradas, populares iniciaram protestos nas redes sociais, no município de Granja, Região Norte do Estado. Ainda na noite desta quinta-feira 7, a Prefeitura divulgou nota na página oficial do órgão público, em uma rede social, cancelando os festejos de carnaval deste ano na cidade.

Na nota de esclarecimento a prefeitura afirma que “é preciso que se pondere que as circunstâncias atuais recomendam prudência e austeridade nos gastos públicos, para que se priorize a realização de ações preventivas que minimizam situações de riscos e vulnerabilidade da população em todo o município”.

Dados da Funceme

Na última quarta-feira (6) a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou uma chuva de 108 milímetros no município, sendo considerada a maior chuva do Estado no dia.

Tianguá

Em Tianguá, a situação não foi tão diferente do município de Granja, após chuva provocar alagamentos e desabamentos, iniciaram-se os protestos populares nas redes sociais, levando o gestor municipal a tomar a decisão de cancelar as festas de pré-carnaval e carnaval na cidade. A informação foi confirmada pelo prefeito Jaydson Aguiar nesta sexta-feira (8).

Segundo o prefeito, a decisão já está em vigor e a festa de pré-carnaval que estava prevista para acontecer neste sábado (9) não será mais realizada.

Conforme Jaydson Aguiar, os recursos das festas serão usados na infraestrutura e aquisição de ambulâncias para a cidade. “Os recursos que seriam destinados ao carnaval serão realizados em investimentos para reconstruir drenagens, construção de bueiros, calçamentos, asfaltamento, passagens molhadas, dentre outras medidas emergenciais, como a recuperação e manutenção de estradas dos distritos e dos prédios públicos e aquisição de 2 novas ambulâncias”, afirma.

Dados da Funceme

A cidade registrou a maior chuva do Estado a última terça-feira (5), com 77,4 milímetros, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). A precipitação provocou alagamentos e desabamentos na região.
Com informações DN/ Região



Nenhum comentário: