<>

segunda-feira, 4 de março de 2019

Moradores de Jijoca denunciam esgoto a céu aberto após maior chuva do fim de semana


Esgoto a céu aberto, lama, fiação exposta e buracos. É este o cenário relatado pelos moradores de Jijoca de Jericoacoara, no último domingo, 3, após a maior chuva do fim de semana no Ceará. Foram 121,1 mm registrados entre sábado, 2, e domingo, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

O comerciante Manuel Fernandes, morador de Jijoca de Jericoacoara, diz que “é sempre assim” no período de chuva. “O problema não é de hoje. Cobram uma taxa para turismo que a gente não vê retornando como investimento para a vila”, diz. A Taxa de Turismo Sustentável, custa R$ 5 e, de acordo com a Prefeitura de Jijoca, é destinada a manutenção da vila e melhorias estruturais.

Jericoacoara enfrentou noite de chuva forte com ventos nesse sábado. A precipitação formou correnteza e arrastou cadeiras e mesas de estabelecimentos comerciais em pontos turísticos.

Outro problema relatado por turistas ao O POVO Online é que quem entra na cidade neste Carnaval precisa pagar a taxa em cartão de crédito ou débito. O posto de coleta do valor não aceita mais pagamento em dinheiro.

A Prefeitura de Jijoca soltou uma nota oficial esclarecendo as providências com relação ao problema. Na nota, informa que alguns pontos de extravasamento de água e esgoto na Vila de Jericoacoara foram identificados e que logo após a constatação foi notificada a Concessionária - Companhia de Água e Esgoto do Ceara-CAGECE sobre o dano causado que se comprometeu em resolver a problemática o mais rápido possível.

A Prefeitura reitera, por meio da nota, que acompanhará todas as ações e estará vigilante para qualquer esclarecimento.

A Cagece informa que não medirá esforços para resolução imediata e que está em andamento projeto de ampliação da ETE e ETA de Jericoacoara, que os extravasamentos se devem pela grande quantidade de areia levada pela forte chuva ocorrida ontem (02/03) para dentro das tubulações.
Com Informações do O Povo




Nenhum comentário: