<>

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Câmara de Granja entra na mira do MPE


Duas licitações, no mínimo, "estranhas", colocaram a Câmara de Vereadores de Granja na mira do Ministério Público Estadual. A noticia está no Camocim Online.

Segundo a postagem, a primeira, concluída em 20 de março deste ano, diz respeito à locação de uma pick-up cabine dupla, fechada, 4 x 4, para ficar à disposição da câmara, por nada mais, nada menos, que R$ 11.500,00 mensais.  A empresa contratada foi a H.J. Locações de Veículos Ltda, com sede em Granja. Ela foi aberta em dezembro de 2018, período que coincide com a eleição de Jeová Brito para presidência da câmara. O contrato é válido por 10 meses, com valor total de R$ 115 mil reais.

A segunda licitação, assinada pelo Presidente Jeová Brito, no mesmo mês da primeira, contrata 15 mil litros de diesel da empresa Raimundo Ivan Rocha LTDA, no valor total de R$ 59.850,00. O edital diz que o combustível é para atender as atividades do legislativo.

A quantidade de combustível seria suficiente para dar 4 voltas ao redor da terra.
O Presidente da Câmara, Jeová Brito, confirmou a locação do carro, mas não soube dizer o paradeiro do veículo. Já a tal locadora, essa ninguém sabe dizer se existe de fato. Tudo isso fez com que o Ministério Público entrasse na história. 

Nesta quinta-feira (02), os vereadores Paloma Aguiar e Deoclecio Sobrinho, da bancada da oposição, estarão na Promotoria de Granja para saber mais sobre o andamento das investigações.




Nenhum comentário: