<>

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Servidores municipais protestam em frente a Prefeitura de Canindé


Servidores do município de Canindé se reuniram durante toda esta terça-feira (07) na frente do prédio da Prefeitura para protestarem contra a gestão municipal. O grupo, em sua maioria formado por professores, reivindica reajuste salarial.

A Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Canindé (SINDSEC), Regina Lemos, explicou que "desde o início do ano, a prefeita Rozário Ximenes não concedeu nenhum aumento salarial". A líder sindical informou ainda que, "já foram realizadas seis reuniões, mas somente em uma a prefeita esteve presente e não trouxe soluções".

Ainda conforme o SINDSEC, "a Prefeitura recebeu recurso financeiro oriundo do Fundeb mas se recusa a aplicar na educação através do reajuste". A assessoria da Prefeitura por sua vez, negou a informações e disse que o Município não dispõe de recurso financeiro para conceder o reajuste solicitado.

Tumulto

Durante o protesto, professoras disseram que foram "agredidas por Guardas Municipais" ao tentarem entrar na Prefeitura.

"Nunca tinha passado por isso na minha vida. Achávamos que essa casa [Prefeitura] era nossa, mas não. Fomos barradas na porta. Colegas foram agredidas. Eles [Guardas] agiram com autoritarismo", relatou a docente Maria de Fátima de Araújo.

O comandante da Guarda Municipal de Canindé, Coronel Luciano Wagner, rechaçou e justificou dizendo que "o grupo tentou impedir outros servidores a entrarem no prédio da Prefeitura e nós apenas intervirmos".
*DN/Regional


Nenhum comentário: