teste

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Analistas e auditores do TCE e CGE continuam o processo de fiscalização do Consórcio de saúde de Camocim


Três analistas de controle externo do TCE e três auditores de controle interno da CGE participaram de uma reunião com representantes do Consórcio da Microrregião de Camocim (CPSMCAM) – ( Foto: Natinho Rodrigues)
Servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) iniciaram, nesta quarta-feira (10), processo de fiscalização in loco dos consórcios de saúde do Ceará. Três analistas de controle externo do TCE e três auditores de controle interno da CGE participaram de uma reunião com representantes do Consórcio da Microrregião de Camocim (CPSMCAM), que esteve representado por membros da diretoria financeira, da secretaria executiva e dos setores jurídico, de recursos humanos, de contabilidade, de controle interno e de assessoria de licitações. A fiscalização prossegue nesta quinta-feira (11).

No segundo dia de trabalhos, os analistas e auditores farão visitas ao Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e à Policlínica Cel. Libório Gomes da Silva, equipamentos que, além de Camocim, atendem aos municípios de Barroquinha, Chaval, Granja e Martinópole. A equipe também já solicitou documentos à administração do consórcio.

As visitas fazem parte de uma parceria firmada há um mês pelos dois órgãos de controle, diante do crescente volume de denúncias dando conta do uso político dos consórcios, disputados por lideranças regionais, sejam prefeitos ou deputados, conforme noticia o Diário do Nordeste desde março deste ano. A auditoria em Camocim, por exemplo, partiu de requerimentos dos deputados estaduais pedetistas Romeu Aldigueri e Sérgio Aguiar, que disputam votos na região.
Com informações e imagem:Diário do Nordeste.




Nenhum comentário: