<>

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Criança desaparecida é encontrada morta em Pacatuba; mãe e padrasto são presos em flagrante

Reprodução WhatsApp

O corpo de Maria Esther Farias Campelo, de 1 ano e 10 meses, foi encontrado enrolado em um lençol, no fim da manhã desta quarta-feira (21), em um matagal próximo da Estrada dos Macacos, no bairro Bom Retiro, em Pacatuba. Os policiais civis do 29º Distrito Policial prenderam em flagrante a mãe e o padrasto da criança, Franciel Lopes de Macêdo e Ana Cristina Farias Campelo, por envolvimento no crime.

Forjando o desaparecimento, a mãe da vítima - que está grávida de 3 meses, registrou boletim de ocorrência ao 29º Distrito Policial na tarde de terça-feira (20), informando que a criança havia sido raptada em Maracanaú. Em depoimento, alegaram que a criança teria sido sequestrada por um casal armado, que estava em um carro preto, enquanto a vítima encontrava-se no colo da mãe, na garupa de uma bicicleta. O casal está junto há quase quatro meses.

DEPOIMENTO DE IRMÃ DE PADRASTO AJUDOU A DESVENDAR O CRIME

A suspeita de que o casal seria o responsável pelo crime surgiu depois que a irmã do padrasto prestou depoimento relatando que viu o casal sair de casa carregando a criança envolta em um lençol. Ela contou ainda que Maria Esther chorava demais e exigia muita atenção da mãe.
Corpo da criança foi encontrado enrolado em um lençol, em matagal na Pacatuba, 24 horas depois de B.O. registrado pela mãe informando "rapto".

Em depoimento à polícia Ana Cristina acabou informando a localização do corpo da criança e saiu com policiais em diligências. Franciel detalhou, em depoimento, que Maria Esther teria sido morta com socos no estômago, nas costas e enforcamento. Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, a irmã de Franciel contou que a pequena Maria Esther foi morta a pauladas.

 *Com DN/Segurança


Nenhum comentário: