teste

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Janot pede suspensão de sua matrícula da OAB para evitar constrangimentos


Após declarar que planejou o assassinato do ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-procurador-geral Rodrigo Janot comunicou nesta quarta-feira (9), à Ordem de Advogados do Brasil (OAB) seu afastamento da advocacia alegando intenção de ''evitar constrangimentos''. 
  
Janot pediu suspensão de sua matrícula até o dia 5 de novembro, período em que será ouvido no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/Distrito Federal. 
  
Na sexta-feira (4), o senador Renan Calheiros (MDB/AL), ingressou com um pedido na OAB, de suspensão da carteira de advogado de Janot por 180 dias para ''a apuração psicológica e toxicológica'' do ex-procurador.
  
* Com informações Estadão

Nenhum comentário: