teste

terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Granja/CE: presidente da Câmara de vereadores "foge" e manda destruir documentos

Ao saber da ida de Paloma, o Presidente do Legislativo, Vereador Antonio José (foto), teria "fugido" do local, indo se "refugiar" na Prefeitura Municipal.

Quase uma semana após cassar a Vereadora Paloma Aguiar em um processo que afronta o conhecimento jurídico de um calouro em Direito, a Câmara de Granja segue sem divulgar o decreto legislativo sobre o resultado da votação e agora proíbe a Vereadora Paloma de ter acesso aos documentos referentes ao caso.  A informação está no Camocim Online.

Na tarde desta segunda-feira (27), a parlamentar, acompanhada de um advogado, esteve na Câmara de Granja para ter acesso aos autos do processo.

Ao saber da ida de Paloma, o Presidente do Legislativo, Vereador Antonio José (foto), acredite, teria "fugido" do local, indo se "refugiar" na Prefeitura Municipal.

Além de fugir, o presidente, segundo diz Paloma em um vídeo, ordenou que a documentação não fosse entregue. Um CD que continha o processo foi quebrado por um servidor da casa.
CD que continha o processo supostamente foi quebrado por um servidor da Câmara.
Desde o início da ação, Paloma Aguiar vem alegando que a câmara vem negando seu direito à ampla defesa. A "caça" à vereadora, motivo de revolta da população, começou logo após ela denunciar ao MPF, MP, TJ e Procap, graves desmandos supostamente praticados pela prefeita atual, Amanda Arruda e o ex-prefeito Romeu Arruda. 


Nenhum comentário: