teste

quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Paciente com suspeita infecção por coronavírus no Ceará é comerciante chinês que voltou para o Estado há 15 dias


O paciente com suspeita de infecção por coronavírus no Ceará, que está internado em um hospital da Unimed em Sobral, na região Norte, trata-se de um chinês que havia passado três meses na China, segundo o presidente da Unimed Sobral, Carlos Arcanjo. Ele havia se sentido mal ao voltar para o Ceará, há 15 dias, e teve um quadro de falta de ar e dor de cabeça. O homem foi internado na manhã de hoje, 29, e está isolado. A informação é do Jornal O POVO.

Conforme nota da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), “[O paciente] Foi medicado e está internado, em observação e isolamento respiratório. O quadro clínico dele é estável”. O homem é um comerciante no município e está na faixa dos 40 anos.

Após a chegada em território cearense, o chinês passou pelo município de Tianguá, na Serra da Ibiapaba, onde tinha negócios. Ele será transferido ainda hoje para o Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, ou para o Hospital São José, em Fortaleza. As informações foram repassadas por Arthur Guimarães, diretor da Unimed Sobral.

Uma pessoa que mora com o chinês e teve contato com ele procurou a Unimed para atendimento, apresentando os mesmos sintomas do suspeito de infecção, e foi orientada a procurar a rede pública de saúde.

A confirmação da suspeita no Estado foi divulgada pelo Ministério da Saúde, em coletiva de imprensa, na tarde de hoje. Atualmente, o Brasil está com nove casos suspeitos de infecção por coronavírus, 33 notificações, sendo que, destes, 4 foram descartadas e 20 foram excluídos.

A secretaria de Saúde do Estado do Ceará divulgou nota, veja:



Nenhum comentário: