teste

segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Senador Sá e mais 20 municípios do Ceará tiveram crescimento no número de assassinatos


Pelo menos 9 municípios apresentaram o dobro no número de homicídios. Em Alto Santo, por exemplo, passou de duas para 11 mortes violentas (Foto: reprodução/SSPDS.
Um estudo do Observatório de Segurança do Ceará, divulgado nesta segunda-feira (27), apontou que 21 municípios do Ceará tiveram crescimento no número de assassinatos, são eles: Alto Santo, Aracoiaba, Porteiras, Milhã, Uruburetama, Antonina do Norte, Carnaubal, Senador Sá, Tarrafas, Amontada, Nova Jaguaribara, Assaré, Potengi, Santana do Cariri, Independência, Choró, Itatira, Banabuiú, Guaiúba, Chorozinho e Trairi.

Municípios cearenses com aumento de CVLIS
CIDADE
2018
2019
Alto Santo
2
11
Aracoiaba
5
15
Porteiras
2
6
Milhã
3
8
Uruburetama
2
5
Antonina do Norte
1
2
Carnaubal
1
2
Senador Sá
1
2
Tarrafas
1
2
Amontada
6
11
Nova Jaguaribara
4
7
Assaré
4
6
Potengi
2
3
Santana do Cariri
2
3
Independência
6
8
Choró
4
5
Itatira
4
5
Banabuiú
13
15
Guaiúba
27
31
Chorozinho
22
25
Trairi
31
35
Fonte: Observatório de Segurança do Ceará

Comparados 2018 e 2019, as cidades de Alto Santo, Aracoiaba, Porteiras, Milhã, Uruburetama, Antonina do Norte, Carnaubal, Senador Sá e Tarrafas, apresentaram, pelo menos, o dobro no número de homicídios. Em Alto Santo, por exemplo, passou de duas para 11 mortes violentas.

Por meio do estudo também foi percebido que das vítimas da violência letal, 90% são do sexo masculino. O principal meio utilizado para cometer crimes violentos no Ceará em 2019 foi a arma de fogo. Quase 80% dos homicídios aconteceram com uso deste tipo de arma.

SSPDS alega redução

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que, no ano passado, 135 municípios apresentaram reduções nos CVLI, em comparação ao ano de 2018. Destes, conforme o órgão, 16 registraram reduções de 100%, 89 tiveram diminuição de 50% ou mais. 

"Sobre os 14 municípios que apresentaram um aumento maior do que 50% nas mortes ocasionadas por crimes violentos, a SSPDS salienta que a soma de todas essas cidades correspondem a apenas 3,6% sobre o número absoluto de CVLI contabilizado em 2019, quando o Ceará registrou uma redução de 50% nos CVLIs, indo de 4.518 casos para 2.257", afirmou a Secretaria.

Com informações via DN/Regional


Nenhum comentário: