teste

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Fake news: Caso de Acaraú pode ter ligação com deputado federal votado na cidade


A apuração já está gerando alerta entre políticos que se utilizam da prática.
A investigação da Polícia Civil na região de Acaraú - Litoral Leste do Estado - que deteve duas pessoas e apreendeu R$ 1 milhão em cheques, promissórias e dinheiro vivo aponta para uma prática criminosa recorrente de difusão de informações falsas, as chamadas fake news, para favorecer determinados grupos políticos e que deve ser usada como nunca nas eleições municipais deste ano.

A investigação em curso, que corre sob sigilo, envolve um prefeito da região, que no caso é a vítima, e apoiadores de um outro grupo político, que pode ter ligação com um deputado federal votado na região. O avançar da investigação vai esclarecer se há relação direta entre os detentores de mandato e os implicados na operação.

A apuração já está gerando alerta entre políticos que se utilizam da prática. A Polícia pode começar a mapear os esquemas a partir desta investigação. O advogado Leandro Vasques, constituído para acompanhar o caso, relatou que, dependendo do avanço da investigação inicial, até autoridades federais poderão ser envolvidas.
*(oacarau)




Nenhum comentário: