teste

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Brasileiros querem enviar carne de tilápia para tratar feridos em Beirute

Foto: Reprodução / Rede Globo
Foto: Reprodução / Rede Globo
Um centro de pesquisa no Brasil está fazendo mobilizações para enviar carne de tilápia para tratamento de feridos da explosão em Beirute, que deixou mais de 100 mortos e milhares de feridos.

Segundo o site Globo, pesquisadores do Projeto Pele de Tilápia, da Universidade Federal do Ceará (UFC), informaram que a eficácia do uso da pele de tilápia em queimaduras de 2º e 3º graus e lesões na pele, agindo como um "curativo biológico" no processo de cicatrização.

Estudos clínicos realizados em mais de 350 pacientes, revelaram que a pele de tilápia tem alto potencial de regeneração, abrevia a dor do paciente, além de reduzir a troca de curativos e os custos operacionais clínicos. O seu uso é indicado para tratamento de queimaduras de 2º e 3º graus.

Entretanto, para que isso aconteça, é necessário que haja consenso entre as autoridades das duas nações para poder realizar o envio do material, uma vez que o produto ainda não está autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), motivo pelo qual o envio do material ainda é burocrático.

Nenhum comentário: