teste

sábado, 15 de agosto de 2020

Internauta faz nota de retratação por declarações inverídicas contra deputado federal Júnior Mano


Nesta sexta-feira (14/08) o internauta Aldo de Paiva Rosa, residente em Nova Russas,  publicou em suas redes sociais Facebook/WhatsApp uma  “Nota de Retratação” por ter divulgado noticias, as quais o autor classificou como publicações equivocadas, inverdades e alegações precipitadas contra o deputado federal Júnior Mano (PL-CE).

Aldo havia feito uma série de publicações em suas redes sociais que maculavam a imagem do parlamentar. A defesa do deputado federal solicitou a Justiça pedido de tutela de urgência para que as publicações fossem retiradas caso não fosse comprovado à sua veracidade.

Após análise do processo, o juiz Cid Peixoto do Amaral Neto da 3ª Vara Cível (SEJUD 1º Grau – Comarca de Fortaleza), sentenciou que Aldo de Paiva Rosa, retirasse de seu perfil no Facebook, as publicações difamatórias contra Júnior Mano, e quê “se abstivesse de realizar novas postagens envolvendo o nome do parlamentar, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 em caso de descumprimento”.

Aldo de Paiva Rosa atendeu as determinações da Justiça retirando as publicações e postando uma Nota de Retratação sobre seus posts em suas redes sociais.

 Confira a Nota de Retratação:

*Noticias do Ceará

Nenhum comentário: