terça-feira, 29 de dezembro de 2020

Presidente da Câmara de Massapê tenta manobra para continuar no comando da Casa

 

Reeleito vereador na base da prefeita eleita Aline Albuquerque (PP), Carlos Michel tenta a reeleição também para o comando da Câmara Municipal.

O presidente da Câmara Municipal de Massapê, Carlos Michel Tomaz (PP), convocou os vereadores para amanhã (31), no último dia do ano, às 15 horas, uma sessão extraordinária do parlamento local.

 

A convocação está sendo vista como uma tentativa de manobra do vereador com o objetivo de tornar secreta a votação para eleição da próxima Mesa Diretora da Casa no dia 1º de janeiro.

 

Reeleito vereador na base da prefeita eleita Aline Albuquerque (PP) - filha do deputado e secretário estadual das Cidades Zezinho Albuquerque (PDT) - Carlos Michel tenta a reeleição também para o comando da Câmara Municipal.

 

O objetivo da convocação é votar o projeto de resolução nº 03/2020, de 29 de dezembro, que altera o Regimento Interno da Câmara Municipal de Massapê.

 

O regimento diz que a votação para a eleição dos membros da Mesa Diretora é aberta, com o objetivo de tornar mais transparente a posição dos vereadores e evitar a compra de apoio político no processo de disputa.

 

Disputa

 

Carlos Michel é um dos cinco vereadores eleitos na base da prefeita Aline Albuquerque, todos do PP. A oposição elegeu oito vereadores pelo PSD (4), PSDB (2), PROS e PT e teria fechado acordo em torno da candidatura da vereadora Professora Rochelle Penha (PSD).

 

Nos últimos dias, as articulações em torno da eleição da próxima Mesa Diretora tem movimentado os bastidores políticos massapeenses. Tendo em vista o equilíbrio de forças, a manobra do presidente da Câmara de tornar a votação secreta está sendo encarada como uma tentativa desesperada do atual presidente de se manter no cargo à custa de acordos “não republicanos”.

 

*Documento

 (O Intrigante)

Nenhum comentário: