segunda-feira, 28 de dezembro de 2020

Presidentes das Câmaras Municipais poderão assumir prefeituras de sete cidades cearenses

 

Enquanto a situação não for juridicamente definida, assumirão o cargo provisoriamente os presidentes das Câmaras de Vereadores.

As cidades de Barreira, Caridade, Jaguaruana, Martinópole, Missão Velha, Pedra Branca e Viçosa do Ceará, poderão ser comandadas a partir do dia 1º de janeiro de 2021 pelos presidentes de Câmara eleitos na próxima legislatura, uma vez que os prefeitos eleitos destes municípios estão com candidaturas indeferidas (com recursos) por consequência das contas desaprovadas em gestões anteriores, abandonado emprego público e renúncia de cargo em outros mandatos para evitar processo de cassação.

Entre estas cidades, há recursos de eleitos que ainda não foram julgados. Se o recurso for deferido, o vencedor tomará posse depois. Há, ainda, casos em que o TSE já determinou não conceder o registro para o candidato mais votado. Nessas situações, serão realizadas novas eleições. A previsão é de que isso aconteça a partir de março.


Os prefeitos eleitos, sem diplomas aguardam o julgamento de recursos para tentar reverter a situação antes do fim do ano.

 

Diante do quadro de indecisão, quem deve tomar posse nas prefeituras interinamente, no dia 1° de janeiro, são os presidentes das Câmaras Municipais, que serão escolhidos na eleição da Mesa Diretora. Caso o indeferimento das candidaturas seja confirmado, a Justiça Eleitoral vai convocar novas eleições.


Os prefeitos que enfrentam problemas com o indeferimento de candidaturas são: Dra. Auxiliadora (PSD) de Brarreira, Dr. Washington (MDB) de Missão Velha, Simone Tavares (PDT) de Caridade, Gois (PSD) de Pedra Branca, Roberto da Viúva (PDT) de Jaguaruana, Zé Firmino (MDB) de Viçosa do Ceará e James Bel (PP) de Martinópole.

Veja mais sobre o assunto  vídeo abaixo:

 

Nenhum comentário: