sexta-feira, 23 de abril de 2021

Juíza cassa os mandatos da prefeita e do vice de Acaraú por abuso de poder econômico e compra de votos

 

A prefeita Ana Flavia Monteiro, o vice-prefeito, Francisco Bispo Parnaíba, e deputado Robério Monteiro (à dir.) foram condenados pela Justiça Eleitoral em primeira instância e vão recorrer (Foto: Divulgação/Facebook)


A Justiça Eleitoral determinou a cassação da chapa eleita para comandar a Prefeitura de Acaraú em 2020, em decisão divulgada nesta sexta-feira (23). A prefeita Ana Flávia Monteiro (PSB) e o vice, Francisco Bispo Parnaíba (PSB), são apontados como diretamente beneficiados pelos crimes de abuso de poder econômico e compra de votos. Cabe recurso da decisão.

 

No documento, a juíza Ana Celina Monte Studart Gurgel Carneiro determina também ainda a inelegibilidade dos gestores municipais, por oito anos, e do deputado federal Robério Monteiro (PDT), esposo da prefeita e apontado como responsável pelos episódios.

 

Procurado, o deputado disse que ainda não foi notificado da decisão. A defesa do parlamentar afirmou que tomou conhecimento da decisão através de grupos do Whatsapp e que está tomando ciência do teor do documento, no qual já foram "identificadas contradições".


A juíza da 30ª Zona Eleitoral, Ana Celina Monte, cassou os mandatos da prefeita de Acaraú, Ana Flávia Monteiro, e do vice, Francisco Bispo Parnaíba, por abuso de poder econômico e captação ilícita de votos. A juíza determinou a inelegibilidade do deputado federal Robério Monteiro (PDT), esposo da prefeita, por ser o “responsável” pelos atos. Eles podem recorrer da decisão.

DD/politica)

 

 

Nenhum comentário: