segunda-feira, 10 de maio de 2021

Ministro Lewandowski dá 48 horas para Anvisa se manifestar sobre documentos da Sputnik V

 

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski deu 48 horas para que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) se manifeste sobre quais documentos ainda estão faltando “para uma análise definitiva do pedido de autorização excepcional e temporária de importação e distribuição da vacina Sputnik V”.

 

No dia 26 der abril, a Anvisa não aprovou os pedidos de importação excepcional e temporária de 66 milhões de doses da vacina pelos estados do Nordeste, alegando que faltam documentos que comprovem a eficácia e a segurança do imunizante.

 

Documentos elaborados pela área técnica da Anvisa e enviados ao STF no mês de abril apontam incertezas e “pontos críticos” relacionados à qualidade, eficácia e segurança da vacina russa Sputnik V, o que dificulta a liberação do imunizante.

 

Os governadores do Nordeste esperam a aprovação do imunizante para acelerar o processo de vacinação da população dos seus respectivos Estados.

 

“Como a vacina possui vírus competentes para a replicação, um estudo de biodistribuição da vacina proposta no organismo vivo é considerado crítico, devido ao potencial impacto em aspectos de segurança da vacina”, diz a nota técnica enviada ao STF./FSP

(Noticias do Ceará)

 

 

Nenhum comentário: