segunda-feira, 21 de junho de 2021

Granja: prefeita Ignora MP e Concurso pode ser suspenso

 


O Promotor de Justiça de Granja, Victor Borges Pinho, resolveu instaurar, através de portaria, procedimento administrativo visando acompanhar o suposto descumprimento de prazos fixados pelo Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) por parte da Prefeitura Municipal de Granja, referente à realização de concurso público no Município. 

 

Por meio de ofício datado no último dia 17 de junho deste ano, o representante do Ministério Público Estadual (MPE) está requisitando à Prefeita Juliana Arruda (PDT), no prazo de 10 dias, informações acerca da não criação de cargos por lei, a não elaboração de estudo sobre o déficit de servidores efetivos, a não disponibilização de vagas para cargos exercidos por servidores contratados temporariamente pelo Município e a ínfima quantidade de vagas ofertadas no edital de concurso frente ao elevado número de servidores contratados temporariamente pela Administração. 

 

Se as perguntas seguirem sem respostas, o concurso de Granja corre o risco de ser suspenso e, dependendo da gravidade das irregularidades, cancelado.

(Camocim Onilne)

 

 


Nenhum comentário: