domingo, 1 de agosto de 2021

Betão, Matheus Góis, e Dr. Lorim são eleitos novos prefeitos em eleições suplementares

 

James Bel, Filipão (MDB, vice-prefeito eleito), Betão Souza e Sérgio Aguiar (Foto: divulgação)


As eleições suplementares realizadas durante este domingo (1), nas cidades de Missão Velha, Pedra Branca e Martinópole, no Ceará, ocorreram sem grandes interferências ou problemas. Não foram informadas, pelo Tribunal Regional Eleitoral intercorrências ou substituições de urnas durante o pleito. Somente em Martinópole, uma coligação acusou outra de compra de votos. Mas a Justiça Eleitoral não se manifestou.

 

E o resultado foi divulgado, minuto a minuto, pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), logo após fechadas as urnas eletrônicas. Às 18h52, Martinópole foi a primeira cidade a conhecer o seu prefeito eleito: Betão do James (PP) recebeu 4.297 votos para superar o adversário Júnior Fontenele (PL), que foi o escolhido por 4.199 eleitores.

 

Os números apurados pelo TSE, apontam ainda a menor de todas as abstenções entre as três cidades que voltaram às urnas neste domingo (1), com apenas 7,39% dos eleitores não comparecendo para votar. Entre os mais de 8,6 mil eleitores, 74 votaram em branco e 87 preferiram anular seus votos.

 

Na cidade de Missão Velha, as eleições foram definidas desde o início a favor do candidato Dr. Rolim (PDT), apoiado pelo grupo do ex-vice-governador Domingos Filho, embora nos primeiros minutos de apuração houvesse aparente equilíbrio. Dr. Rolim, foi abrindo dianteira e recebeu 11.994 votos (52,84%), enquanto Fitinha (PT), apoiada pelo grupo do deputado Federal José Guimarães (PT), recebeu 10.703 (47,16%). As abstenções foram o dobro das registradas em Martinópole. Em Missão Velha 3.978 pessoas deixaram de comparecer às urnas, um percentual de 14, 42%. Foram registrados ainda 639 votos nulos (2,70%) e outros 288 em branco (1,22%).

E Pedra Branca escolheu Matheus Góis (PSD), como novo prefeito. Concorrendo contra o pedetista Padre Antônio Menezes, Góis recebeu 13.060 votos (54,38%) contra 10.955 votos (45,62%) de Padre Antônio. E foi justamente em Pedra Branca onde ocorreu a maior abstenção dessas eleições suplementares do Ceará 7.126 pessoas não foram votar (22,23%). Foram 603 votos nulos (2,42%) e mais 319 brancos (1,28%).

Com informações, O Intrigante



Um comentário:

Unknown disse...

Só espero que o Betão não se transforme numa Isabelita Peron e saiba que ele é o RESPONSÁVEL pela gestão do dinheiro público e RESPONDERÁ por todos os atos que assinar. Para a JUSTIÇA vale o que está escrito.
Veja o exemplo de muitos que estão na CADEIA e tiveam bens confiscados.
Não caia na velha conversa dos malandros que vão lhe dizer que sempre foi assim e que não vai dar em nada.
Tenha cuidado, zele pelo dinheiro público que sua reeleição estará garantida.
Martinópole quer mudanças.
Inácio Augusto de Almeida