sexta-feira, 13 de agosto de 2021

“Seus ataques jamais irão tirar a força para continuar lutando”, rebate Camilo após crítica de Bolsonaro

 

Rebateu Camilo nesta sexta-feira, 13, pelo Twitter - (Foto: Reprodução/Instagram)

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), respondeu as críticas do presidente Bolsonaro. O chefe do Executivo criticou o gestor estadual pelas ações de restrição de locomoção, como lockdown, adotadas em virtude da pandemia da covid-19. “Bolsonaro criticou o governador Camilo Santana (PT) pelas ações de restrição de locomoção, como lockdown, adotadas em virtude da pandemia da covid-19”, rebateu Camilo nesta sexta-feira, 13, pelo Twitter.


“Atendemos no ano passado 68 milhões de pessoas com o auxílio emergencial. O gasto do ano passado com o auxílio emergencial equivale a 13 anos de Bolsa família. E porque fizemos isso? Porque muitos governadores, como esse desse estado, simplesmente mandou fechar o comércio, decretou lockdown, confinamentos e toque de recolher”, apontou o presidente em discurso em Juazeiro do Norte, onde entrega unidades habitacionais em programa do Governo Federal.


Em publicação nesta sexta-feira (13), o gestor disse que os "ataques" do chefe do Palácio do Planalto não irão tirar suas forças.



Eleições 2022


Em passagem pelo Ceará, na região do Cariri, nesta sexta-feira, 13, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ventilou como espera que esteja o cenário político do Estado para os próximos anos. Descrito como “velho companheiro”, o deputado federal Capitão Wagner (Pros), também presente no evento, ganhou apoio do presidente da República para uma possível candidatura ao Governo do Estado em 2022.

 

 

 

Nenhum comentário: