quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Feirante cai de barco durante pescaria e se salva nadando até a praia de Jericoacoara

 

Legenda: Adilvan mora em Fortaleza e estava pescando no interior com amigos quando desapareceu - Foto: Reprodução

Um feirante que havia desaparecido durante uma pescaria com amigos entre os municípios de Jijoca de Jericoacoara e Acaraú, no Norte do Ceará, foi encontrado por um bugueiro enquanto nadava para retornar à terra nesta quarta-feira (22).

 

O bugueiro fazia o trajeto de Jericoacoara à Praia do Preá, no município de Cruz, quando avistou Adilvan Basilio nadando. Assustado, o homem chorava muito no momento em que foi achado, de acordo com Luciana Araújo, amiga da família.

Em vídeo, é possível ver familiares abraçados a ele chorando e agradecendo pelo retorno. Ele foi levado pelo motorista do buggy à localidade de Castelhano, em Acaraú, de onde havia partido para a pescaria.

 

CAIU AO TENTAR GRAVAR UM VÍDEO

Segundo informações de Luciana, Adilvan relatou que gravava um vídeo da pescaria quando foi se apoiar em uma parte do barco, desequilibrou-se e caiu no mar.

 

 

Ele não sabia nadar. Conforme o relato, ele caiu perto de Jericoacoara enquanto a maré estava enchendo. A força da água o ajudou a chegar à areia.

 

Adilvan ainda está muito emocionado e assustado com o acidente e, conforme a amiga da família, chegou a ter vários episódios de desmaio após ser encontrado.

 

DESAPARECIMENTO

Adilvan é morador de Fortaleza e trabalha como comerciante na feira da rua José Avelino. De acordo com Luciana, ele teria saído com um grupo de pescadores de Castelhano para pescar por lazer.

 

Junto ao grupo, ele passou pela Praia do Preá, onde foi visto manejando equipamentos de pesca na embarcação. Após a chegada do barco na Praia da Barrinha, em Acaraú, contudo, os pescadores perceberam a ausência do feirante.

 

Ainda conforme Luciana, o grupo chegou a fazer novamente o percurso utilizando um GPS para achar o amigo.

 

Equipes do Corpo de Bombeiros chegaram a realizar buscas, mas precisaram encerrar as atividades quando anoiteceu.

(DN-Regional)

Nenhum comentário: