domingo, 30 de janeiro de 2022

Izolda Cela diz que aumento do piso salarial do magistério não é dado pelo governo federal

 

"Uma coisa é o governo federal assegurar o piso, “outra coisa, são estados e municípios brasileiros, com seus próprios recursos, que pagam os seus professores", ressaltou Izolda - (Foto: reprodução)

A vice-governadora Izolda Cela, prestes a se tornar governadora, por conta da possível saída de Camilo Santana para disputar uma vaga no Senado Federal, usou as redes sociais para falar do aumento do piso salarial dos professores anunciado pelo Governo Federal.

 

“Este aumento do piso salarial do magistério não é dado pelo governo federal. Existe uma lei vigente há anos, praticamente desde a implantação do piso, que determina a maneira como é feito o cálculo – vinculado ao valor aluno FUNDEB” explica Izolda.

 

A vice governadora ainda alerta sobre a aplicação do piso. Uma coisa é o governo federal assegurar o piso, “outra coisa, são estados e municípios brasileiros, com seus próprios recursos, que pagam os seus professores” alerta Izolda para as dificuldades que alguns municípios sem fontes de receitas enfrentarão para chegarem ao piso anunciado pelo governo federal.

 

Izolda finaliza o comentário nas redes sociais dizendo que remeter esse aumento ao governo federal é apropriação indébita. “Precisamos muito de um governo federal mais atuante e responsável com a educação. O que vier será muito bem vindo. Mas remeter ao governo federal este percentual de aumento do piso é uma apropriação indébita. Ou por desconhecimento, ou por má intenção”, pontua Izolda Cela

(Noticias do Ceará)

Nenhum comentário: