quarta-feira, 3 de agosto de 2022

Ministério Público investiga convenção do PT CE; partido e Governo negam irregularidades

 

MP se baseia em denúncias de redes sociais para protocolar pedido de investigação - Foto: reprodução)

O Ministério Público do Ceará (MPCE) protocolou pedido de investigação sobre a convenção do PT que homologou as candidaturas de Camilo Santana e Elmano de Freitas, para o senado e governo do Ceará, respectivamente. O evento ocorreu no último sábado, 30.

 

O promotor Ricardo de Lima Rocha alega que há indícios de possíveis irregularidades políticas e administrativas na realização da convenção. Dentre os elementos apontados pelo promotor, estão denúncias feitas nas redes sociais, mostrando suposto transporte involuntário de apoiadores.

 

Ainda é apontado o uso indevido do Centro de Eventos, local onde a convenção foi realizada. Segundo o promotor, a disponibilização do equipamento que pertence à Secretaria de Turismo do Ceará, se deu de maneira inadequadas.

 

Através de nota, o Governo do Ceará rechaça qualquer irregularidade e trata as denúncias como sem fundamentos. A nota diz ainda que os boatos circulam em redes sociais, sem nenhum tipo de comprovação. O Governo diz ainda que o Centro de Eventos foi cedido mediante contrato de locação nos moldes financeiros do mercado imobiliário. Segundo a nota, documentação comprobatória está em posse dos órgãos de controle.

 

Já o PT diz que seguiu todos os trâmites legais para realizar a convenção.



 

Nenhum comentário: