<>

eiro o POVO

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

SENADOR SÁ: PREFEITURA, MINISTÉRIO PÚBLICO E ABATEDORES DISCUTEM NOVOS RUMOS PARA O ABATE E COMERCIALIZAÇÃO DE CARNE NA CIDADE

Foto: divulgação / Reprodução Facebook
Na tarde desta terça-feira, 15, o Ministério público representado pelo Dr. André Tabosa, juntamente com a secretária de saúde Jeovania Albuquerque, com o secretário de agricultura Gleucimar de Sousa, com a supervisora da ADAGRI Iracelma Arruda e com abatedores de animais e vendedores de produtos de origem animal, reuniram-se no plenário da câmara municipal de Senador Sá, e debateram a cerca da aplicação da Lei de controle e fiscalização do abate e comercialização de produtos de origem animal.

Desde o mês passado, encontra-se proibida a matança de animais e a comercialização de carnes em condições inadequadas. Decisão tomada pelo município a partir de processo administrativo movido pelo ministério público a partir de denúncia de que em Senador Sá a carne vendida no comércio tem origem no abate "clandestino", ou seja, fora dos padrões do ministério da agricultura.
Foto: divulgação / Reprodução Facebook
O abate continua proibido, porém o ministério público se dispôs a receber dos “marchantes" a proposta alternativa sugerida por eles indicando uma saída provisória até que se tenha a solução definitiva para a situação, que é a construção de um abatedouro.
O Promotor de justiça, se comprometeu também em, juntamente com prefeitura e demais órgão competentes, a reuniram-se e construírem uma possível alternativa provisória para a questão do abate de animais.
Fonte: Prefeitura de Senador Sá via Facebook





Postar um comentário