<>

eiro o POVO

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

AZUL E AMARELO ABRAÇAM JERICOACOARA

Na primeira fase, chegarão o pórtico de entrada, duas letras-caixa - que comporão o cenário da praça do Município e do estacionamento -, além de mais de 32 placas de conscientização para preservação da tradição ( Foto: Marcelino Júnior )
Céu e mar fazem parte do cenário paradisíaco inerente à Praia de Jericoacoara; o azul do encontro dos dois no horizonte foi fonte de inspiração para uma ação simples e carregada de sentimentalismo: o abraço. O sol, em tons de amarelo, por sua vez, não é suficientemente quente para afastar as pessoas da região, a ideia é a união, o afeto e a troca entre moradores, empresários e o poder público.

É a partir da conexão entre as pessoas em diversas frentes e dessas cores que a Secretaria de Turismo e Meio Ambiente da Prefeitura de Jijoca de Jericoacoara organizou ontem (11), no Estoril, em Fortaleza, o pré-lançamento do projeto "Abrace Jeri" - proposta socioambiental que pretende levar as pessoas a experimentar o sentimento de pertença com a região.

"A gente quer que tenha a preservação das tradições locais, o cuidado, já que Jeri virou, hoje em dia, uma vila com gente do mundo todo. Tem que haver essa preservação, esse respeito", considera a coordenadora do Projeto, Renata Ladeia. De acordo com a arquiteta, a proposta visa o envolvimento com a comunidade, que deve participar já nas próximas etapas.

O lançamento oficial do projeto ocorrerá no sábado (16), com a entrega de uma parte do mobiliário urbano cuja distribuição deve se dar pela Vila de Jijoca. Na primeira fase, chegarão ao local o pórtico de entrada, duas letras-caixa - que comporão o cenário da praça do Município e do estacionamento -, além de mais de 32 placas de conscientização para preservação da tradição e da construção de abrigos em madeira para passageiros.

Segundo o secretário de Turismo e Meio Ambiente de Jijoca, Ricardo Russo, o destino tende a sofrer danos relacionados ao acúmulo de lixo e resíduos com a chegada do aeroporto, o qual deve receber dez voos semanais, e das novas estradas. "Nesse sentido, a gente criou, não só uma identidade visual, como também uma marca, um apelo, que agora é a hora de todos se unirem e seguirmos em frente sempre com uma ideia que mostra sustentabilidade e equilíbrio", pontua o gestor.

O Abrace Jeri recebeu um aporte de R$ 1,7 milhão a partir de uma empresa privada e do Governo do Estado do Ceará. Para o primeiro momento, serão utilizados cerca de R$ 700 mil desse montante. Segundo Ricardo Russo, a ideia do projeto surgiu após uma série de viagens a locais específicos no Brasil. "A gente viu que um dos pontos fortes dos destinos indutores era a marca, uma identidade visual, e era algo que ainda não tinha em Jericoacoara", relata.

Para o secretário de Turismo de Fortaleza, Alexandre Pereira, o apoio à proposta fortalece a noção de que o Município é de todos os cearenses. "Jericoacoara é uma das dez praias mais bonitas do mundo, então nós, de Fortaleza, somos intimamente ligados ao turismo de Jericoacoara, como ao de Canoa Quebrada", isso porque, segundo ele, o turista que visita o local também visita a Capital e os diversos municípios do Interior.

Segundo Renata Ladeia, há programas já implantados na região, como o trabalho de coleta seletiva, educação e conscientização, e outros em processo de planejamento a fim de proporcionar aos moradores e turistas experiências sensoriais favoráveis da Vila. "A gente vai fazer a plantação de espécies nativas para dar melhores condições para as pessoas circularem durante o dia pela cidade. Até porque de dia fica todo mundo entocado. A gente quer que as pessoas circulem, então, tem que ter árvore, sombra, tem que ser confortável, aconchegante e humanizada", elenca.
DN/Regional



Postar um comentário