<>

eiro o POVO

terça-feira, 25 de setembro de 2018

PDT doa R$ 600 mil para Camilo; e Alckmin, R$ 700 mil para Theophilo


Partido do presidenciável Ciro Gomes fez segunda maior doação para campanha do governador Camilo ( FOTO: JOSÉ LEOMAR )
O governador Camilo Santana, candidato à reeleição ao Governo do Ceará, que aparece com 69% das intenções de voto na pesquisa Ibope divulgada na segunda-feira (24), recebeu R$ 600 mil da direção nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT), legenda do presidenciável Ciro Gomes. Trata-se da segunda maior doação de campanha recebida pelo postulante. Seu partido, o PT, até o momento, doou apenas R$ 785 mil para a campanha do cearense, um dos menores valores entre as candidaturas petistas à chefia de executivos estaduais.

O senador Eunício Oliveira, do MDB, também fez doação no valor de  R$ 600 mil para a campanha do petista, enquanto o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, doou R$ 500 mil. Ao todo, Camilo somou até o último levantamento feito na plataforma Divulgacandcontas, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na tarde desta terça-feira (25), R$ 2,7 milhões.

Já o candidato do PSDB, General Theophilo, conseguiu R$ 1,2 milhão da direção nacional de seu partido e mais R$ 700 mil da campanha do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB). O total de recursos do tucano é de R$ 1,9 milhão.  Distantes dos montantes arrecadados por Camilo e Theophilo, aparecem Ailton Lopes (PSOL), com R$ 106 mil; Hélio Góis (PSL), com R$ 41 mil; e Francisco Gonzaga (PSTU), com R$ 31 mil.
Fonte DN/Política





Postar um comentário