<>

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Bairros ficam sem luz após ataques a carros da Enel


Moradores reclamam que a empresa não faz reparos solicitados. Distribuidora diz que evita locais de risco (Foto: Amanda Abdala/TV Cidade)
Ataques a veículos da Enel Distribuição Ceará, concessionária de energia elétrica no Ceará, já chegam a 11 desde que iniciaram as ações criminosas. Os atos têm dificultado o atendimento nos bairros e sobram reclamações de locais sem energia.

No Vicente Pinzón, em Fortaleza, o comerciante Hecílio Silva ficou 26 horas sem energia elétric. Apesar da insistência em pedir atendimento à Enel, a resposta demorou a chegar. O problema foi solucionado, mas em outros bairros da capítal persiste a falta de energia elétrica. No Passaré, duas ruas estão sem o serviço. São quase dois dias com moradores aguardando uma solução. O autônomo José Sivanildo foi prejudicado. Ele ligou para a empresa, pelo menos três vezes. Já  a dona de casa Eliane Custódio está se desfazendo de alimentos que estragam na geladeira.

Consumidores escutados pelo Jornal da Cidade afirmam que as ameaças não podem suspender o serviço de atendimento domiciliar, considerado essencial. Daniele Nascimento, doméstica, cobra que a concessionária busque uma solução com as autoridades de segurança para que a assistência técnica residencial não fique prejudicada.

Procurada, a Enel Distribuição Ceará informou que "está mantendo o atendimento dos serviços da companhia no Estado, exceto em locais onde identificar situação de risco, que são executados com apoio da Polícia Militar". Ao todo, 11 carros foram incendiados no Ceará.

Veja o mapa de cidades onde os ataques aconteceram:



Nenhum comentário: