teste

sexta-feira, 29 de março de 2019

Homem acusa vereador de Senador Sá-CE, de racismo e injúria


Em Senador Sá-CE, um homem acusou um vereador do município de ter praticado racismo contra os negros e injuria contra o mesmo. Trata-se do edil Jose Aurelio Martins Leitão (PSD), conhecido como "Goré Goré".

Em uma publicação na rede social, a vitima relata que o vereador teria dito que, "nego e bosta tudo era mesma coisa".

Após ouvir as palavras racistas proferidas pelo vereador, a vitima relata que revoltou-se e entrou em discussão com o mesmo, o qual lhe chamou de "ladrão". As informações são do Blog do Jakcson Souza.

Em nota, o parlamentar disse que não se dirigiu ao homem e nem prestou atenção no mesmo, estava apenas brincando com outro rapaz que estava no local.
O vereador disponibilizou imagens de vídeo da segurança interna de sua loja, onde ocorreu a discussão. Veja:

Saiba mais

O crime de racismo implica conduta discriminatória dirigida a determinado grupo ou coletividade e, geralmente, refere-se a crimes mais amplos. Nesses casos, cabe ao Ministério Público a legitimidade para processar o ofensor. O crime pode ser denunciado a qualquer momento e não existe a possibilidade de pagamento de fiança por parte do criminoso. As penas são previstas no Art. 20 da Lei 7.716/89.

Chamar alguém de criminoso, assassino, ladrão, receptador sem ao menos dar detalhes de como ocorreu o crime é injúria. Se descrevesse o fato criminoso ainda que com detalhes falsos seria calúnia. Da mesma forma a difamação.



Nenhum comentário: