<>

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Jijoca de Jericoacoara-CE: população protesta contra suspensão das aulas no município

Vista aérea do centro da cidade de Jijoca de Jericoacoara (Foto: reprodução PMJJ) 
A população Jijoquense usou as redes sociais para protestar contra a suspensão das aulas no município, os protestos iniciaram logo após divulgação do Decreto municipal que suspendeu as aulas em toda Rede municipal de Ensino de Jijoca de Jericoacoara. A decisão dividiu opiniões entre quem defende e apoia a suspensão das aulas.

Até o fechamento desta postagem, a publicação na pagina da prefeitura, no Facebook, rendeu em torno de duzentos comentários, compartilhamentos e quase trezentas reações. Selecionamos alguns comentários.

“Não vai ser uns dias sem aula que vai resolver o problema, se no começo do ano as aulas foram adiadas por causa de “transportes” cadê os transportes ? O Inverno não vai acabar em duas semanas. O problema é que vocês são ótimos pra colocar em redes sociais as coisas boas e não suportam receber críticas. Nunca entendi esse “Amamos e Cuidamos”, escreveu Ivana Silva Rocha.

“Parabéns para o prefeito e os gestores que juntos de forma inteligente e responsável chegaram a essa solução. Vejo muitos comentários absurdos (justificável pela ignorância). Como professor... prezo pela segurança dos meus alunos e pela qualidade no processo de ensino e aprendizagem. Diante do VERÃO rigoroso (quadra chuvosa no Brasil) a segurança e a qualidade tornaram-se uma incógnita”, comentou Edvardo Zaranza.

“Acho isso lamentável, pois as chuvas não a trabalha em nada ,pois eu mesmo levo meu filho pra escola sem menor problema, pois assim vão atrabalhar na educação das crianças, é a primeira vez que eu vi falar que chuvas atrapalha a educação será que em 2009 param as escolas pois o inverno foi bom,” disse Bel Silva.

“Realmente essa paralisação nas aulas prejudica nossas crianças e adolescentes. Mas vi que o prefeito se reuniu com todos os diretores das escolas do nosso município nessa tarde. E acredito que juntos tomaram a decisão cabida pra esta situação. Não sou a favor desses dias sem aula, mas convenhamos que estamos tendo um inverno forte, o acesso nas estradas não está fácil, e acredito que o prefeito junto com os diretores analisaram a situação pra ter a solução mais viável no momento. Algumas cidades vizinhas tomaram esta mesma decisão. Ah, mais poderia ter aula na sede? Gente, vamos respeitar um calendário geral. Ninguém queria antecipar férias, país de alunos e até mesmo professores se organizam pra julho. A decisão não foi a esperada, mas acredito que por trás teve muito diálogo pra impor isso,” opinou Jericoacoara Tur.

“Falta de planejamento, todo mundo sabe qual o período da chuva e fica inventando obra (ou abandonando as que ja existem). O caminho do Córrego da Forquilha tá cheio de montes de barro a meses, ocupando "só" metade do caminho,” comentou Jardeilson Elias.

Em meio a polêmica com a suspensão das aulas, o Prefeito Lindbergh Martins esteve reunido com os diretores das escolas e creches municipais para tratar das principais dificuldades de acesso. Todos os diretores escolares apoiaram a paralisação das aulas devido às dificuldades de acesso até as  escolas.
Foto: divulgação
Decisão

A medida foi estabelecida por meio de decreto, no qual a prefeitura “comunica paralisação em todas as escolas municipais no período de 04 a 17 de abril”. As aulas serão repostas no mês de julho.

Segundo o prefeito Lindbergh Martins, as fortes chuvas tem afetado o Município prejudicando, consideravelmente, as estradas e vias de acesso, impossibilitando a chegada, dos alunos as Escolas, como também, algumas escolas se encontram alagadas e com danos em sua estrutura física.




Nenhum comentário: