sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Mulher 'com ciúme' vê marido em boate, atira e mata garota de 26 anos em Tianguá

 

Djaiane Batista Barros, de 26 anos, morreu na cidade de Tianguá após mulher vê-la com o marido — Foto: Reprodução

Uma dona de casa foi presa suspeita de matar uma mulher ao vê-la com o marido em uma boate no Ceará. De acordo com o delegado que investiga o caso, Fábio Pessoa, a mulher ficou com ciúme ao ver o marido no local onde trabalham garotas de programa e disparou vários tiros "sem ter um alvo específico". O caso ocorreu na tarde de quinta-feira (18) em Tianguá, no interior do estado.

 

Os disparos atingiram duas pessoas, Djaiane Batista Barros, de 26 anos, que não resistiu e morreu no local; e um homem que foi baleado no braço foi e levado paro o hospital municipal de Tianguá, onde segue internado em estado estável de saúde.

 

Ainda segundo o delegado, após disparar, o marido conteve a mulher e tomou a arma dela. Ela foi presa em casa por volta das 18h e não resistiu à prisão. O marido não foi encontrado até esta sexta-feira (19), mas não é considerado foragido porque não é suspeito de envolvimento no crime.

 

"A pessoa que fez os disparos viu que o marido estava na boate. Em depoimento, ela [a suspeita] afirmou que fez os disparos somente para dispersar as pessoas. No ato, infelizmente, ela deixou uma pessoa em óbito e um homem ferido", afirmou o delegado Fábio da Silva Pessoa.

Crime ocorreu quando grupo estava na calçada de boate em Tianguá, no Ceará — Foto: Reprodução

A suspeita está presa na delegacia de Tianguá e, de acordo com o delegado, não possuía antecedentes criminais.


De acordo com a Secretaria da Segurança, em depoimento à polícia, a suspeita afirmou estar com "muita raiva" por ver o marido no local onde trabalham garotas de programa.

 

"Ela confessou que não conhecia a mulher que foi atingida e que não lembrava onde havia deixado a arma de fogo", disse em depoimento, segundo a secretaria.

(G1/CE)



Nenhum comentário: