segunda-feira, 1 de março de 2021

Bolsonaro revela valores repassados aos Estados – governadores rebatem

 

Imagem: reprodução

O presidente da República Jair Bolsonaro através das suas redes sociais apresentou valores repassados aos estados em 2020, através do Governo Federal.

 

Segundo Bolsonaro, o montante direto seria do Ministério da Saúde e indireto de suspensão e renegociação de dívidas.

 

Em relação ao Ceará, o valor repassado foi de R$ 42,5 bilhões e de R$ 15,17 bilhões de auxílio para o estado. Esse dinheiro inclui repasse do FPE, FPM e dinheiro do Fundeb.

 

Os dados são do Portal da Transparência/SUS/Senado do dia 15 de janeiro de 2021. 

Postagem de Bolsonaro

 

*Acre: R$ 6,8 bilhões. 

Auxílio: R$ 1,38 bilhão. 

*Alagoas: R$ 18,09 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,46 bilhões. 

*Amazonas: R$ 18,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 6,84 bilhões. 

*Amapá: R$ 6,7 bilhões. 

Auxílio: R$ 1,47 bilhões. 

*Bahia: R$ 67,2 bilhões. 

Auxílio: R$ 25,35 bilhões. 

*Ceará: R$ 42,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 15,17 bilhões. 

*Distrito Federal: R$ 9,8 bilhões 

Auxílio: R$ 3,45 bilhões. 

*Espírito Santo: R$ 16,1 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,57 bilhões. 

*Goiás: R$ 27,1 bilhões. 

Auxílio: R$ 9,95 bilhões. 

*Maranhão: R$ 36 bilhões. 

Auxílio: R$ 11,8 bilhões. 

*Mato Grosso: R$ 15,4 bilhões. 

Auxílio: R$ 4,96 bilhões. 

*Mato Grosso do Sul: R$ 11,9 bilhões. 

Auxílio: R$ 3,71 bilhões. 

*Minas Gerais: R$ 81,4 bilhões. 

Auxílio: R$ 26,96 bilhões. 

*Pará: R$ 39,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 14,71 bilhões. 

*Paraíba: R$ 21,2 bilhões. 

Auxílio: R$ 6,57 bilhões. 

*Paraná: R$ 38,6 bilhões. 

Auxílio: R$ 13,7 bilhões. 

*Pernambuco: R$ 42,7 bilhões. 

Auxílio: R$ 16,2 bilhões. 

*Piauí: R$ 19 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,68 bilhões. 

*Rio de Janeiro: R$ 76 bilhões. 

Auxílio: R$ 24,94 bilhões. 

*Rio Grande do Norte: R$ 18,3 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,55 bilhões. 

*Rio Grande do Sul: R$ 40.9 bilhões. 

Auxílio: R$ 12,2 bilhões. 

*Rondônia: R$ 8,6 bilhões. 

Auxílio: R$ 2,64 bilhões. 

*Roraima: R$ 5,1 bilhões. 

Auxílio: R$ 1,04 bilhão. 

*Santa Catarina: R$ 21,6 bilhões. 

Auxílio: R$ 7,22 bilhões. 

*São Paulo: R$ 135 bilhões. 

Auxílio: R$ 55,19 bilhões. 

*Sergipe: R$ 12,9 bilhões. 

Auxílio: R$ 3,85 bilhões. 

*Tocantins: R$ 10,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 2,28 bilhões.


 EM TEMPO:

  

Governadores rebatem Bolsonaro sobre repasses a estados na pandemia; tensão cresce

 

Após postagem de Jair Bolsonaro sobre repasses a estados durante a pandemia, ontem (28), 16 governadores contestaram a versão do presidente, em carta, incluindo o cearense Camilo Santana. Os gestores apontaram que os valores, além de já serem obrigatórios e previstos na Constituição, representam uma “parcela absolutamente minoritária” para Saúde.

 

Nenhum comentário: