segunda-feira, 14 de junho de 2021

Restaurantes cearenses vão à Justiça exigir reparação por efeitos do lockdown

 

Estabelecimentos se sentem prejudicados por medidas de isolamento decretadas por estados e municípios - Foto: reprodução

Restaurantes cearenses, por meio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) estão indo à Justiça pedir reparação por prejuízos contraídos pelos estabelecimento durante o lockdown implantado no Ceará. A Abrasel também está replicando a ação em outros estados do Brasil.

 

“Mais de 300 mil estabelecimentos fechados em todo o Brasil e entre os que sobrevieram até aqui, a maioria está fazendo prejuízo (72%). Esse é o retrato atual do setor de bares e restaurantes no Brasil, injusta e desproporcionalmente afetado pelas restrições impostas por estados e municípios durante a pandemia”, afirma a Abrasel em nota.

 

A cobrança poupa o governo federal e foca no Estado e em municípios. Para a presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, a responsabilidade recai sobre governadores e prefeitos. “Temos clareza de que as perdas provocadas no setor foram resultantes de atos do executivo municipal e estadual, portanto, cabe a estes a responsabilidade pela reparação” afirma.

 

Ao todo, os 26 estados, o Distrito Federal e 270 municípios foram acionados judicialmente. “Acreditamos que na medida em que expõe o problema e chama a atenção da sociedade para a importância dos bares e restaurantes, a campanha traz benefícios a toda a coletividade”, explica a presidente da Abrasel.

 

Se a causa for ganha, a  Abrasel planeja que cada restaurante filiado entre com uma ação judicial individual contra pedindo reparações proporcionais aos prejuízos que tenham comprovação por parte do estabelecimento.

 

 

Nenhum comentário: