quinta-feira, 8 de julho de 2021

Filho de Vereador de Itatira que tentou matar policiais em operação contra a corrupção tem prisão preventiva decretada

 

O juiz  Caio Lima Barroso, de Canindé, converteu a prisão em flagrante de Paulo Anderson Alves Mota para prisão preventiva. Paulo é filho do vereador Paulo Ruberto, e apontado como um dos chefões da organização criminosa de Itatira.

 

Paulo Anderson e Jonas Mateus, que é filho do prefeito de Itatira, Zé Dival, estão sendo investigados fraudar licitações, ser lavanderia de recursos públicos, tendo como líder político o ex prefeito da cidade e pré candidato a deputado estadual, Antônio Almir. O grupo criminoso faturou milhões de reais em licitações e contratos na gestão de Antônio Almir e de Zé Dival como prefeitos de Itatira.

O investigado, Paulo Anderson, reagiu à bala à chegada da Polícia Civil e Militar quando estavam cumprindo mandados de busca e apreensão da operação Hastas da Delegacia de Combate à Corrupção -DECOR. Lá, encontraram dezenas de armas pesadas e dinheiro, R$ 14.280,00. Ele não soube explicar a origem da quantia.

 

Existe suspeita de que o grupo criminoso tenha envolvimento com facções e o tráfico de drogas na região. O desvio aos cofres públicos chega a 132 milhões de reais, conforme entrevista do Delegado Marcelo Veiga, responsável pela operação.

(Roberto Moreira)

 

Nenhum comentário: