terça-feira, 6 de julho de 2021

Governo Federal pretende privatizar 100% dos Correios em um só leilão

 

Com a aprovação da Câmara dos Deputados, o Governo Federal pretende leiloar a empresa em março de 2022, cumprindo o cronograma elaborado para a venda

O Ministério da Economia quer que a privatização dos Correios aconteça em um só leilão, segundo informações fornecidas ao jornal O Globo. A proposta da pasta deve passar pela Câmara dos Deputados na semana que vem, antes do recesso parlamentar.


A venda de 100% da estatal em um só leilão difere do modelo adotado na privatização da BR Distribuidora, ex-subsidiária da Petrobras, e dos planos para a Eletrobras. Ambas partem de operações no mercado de capitais.

 

“Será a venda da empresa inteira, combinada com um contrato de concessão”, explicou o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, em entrevista ao site Metrópoles. No caso dos Correios, a venda será como em um leilão tradicional, no qual o comprador leva ativos e passivos da estatal.

 

Com a aprovação da Câmara dos Deputados, o Governo Federal pretende leiloar a empresa em março de 2022, cumprindo o cronograma elaborado para a venda. No mesmo trimestre, deve acontecer a privatização da Eletrobras, que já foi aprovada pelo Congresso.

Nenhum comentário: