terça-feira, 24 de agosto de 2021

"Talibãs Tupiniquins à frente de Granja", diz escritor

 

Foto: reprodução Google maps

A retirada inesperada do nome do ex-governador do Estado do Ceará, Virgílio Távora, da principal avenida de Granja (foto), segue gerando críticas contra a prefeita Juliana Arruda e  o deputado Romeu Arruda, seu esposo.

A mais incisiva delas até agora partiu do Escritor e Poeta César Barreto, autor, juntamente com o Sociólogo Saulo Barreto, dos livros “Virgílio Távora: O Estadista Cearense” e VT Eternamente VT - Os Aforismos de um Estadista.

 

Confira abaixo o que escreveu César Barreto em seu perfil no Facebook:

 

"A Senhora Prefeita de Granja não atingiu apenas o Estadista Virgílio Távora, mas a História política do Ceará. A inexpressiva Juliana Arruda envergonhou o nome dessa ilustre família que tanto fez pelo Ceará. Talvez a culpa maior seja do marido, o energúmeno Romeu Arruda, o chefete político da cidade. Ao mudar o nome da tradicional avenida Virgílio Távora, o casal de demagogos, com o beneplácito da Câmara de Vereadores, mostra ainda a pequenez da política interiorana cearense. 

Ditadores como Stalin, Hitler e Fidel Castro tentaram apagar dos livros escolares a História de seus povos. Aqui no Ceará, governantes tupiniquins e de baixa estatura cidadã tentam o mesmo, mudando o nome de ruas centenárias e destruindo monumentos históricos. 

Os Talibãs tupiniquins, hoje à frente da prefeitura de Granja, tentam apagar da memória do povo o nome do imortal Virgílio Távora, mudando o nome da principal avenida da cidade, numa falta de respeito ao Estadista Cearense”.

(Camocim Online)



Nenhum comentário: