quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Martinópole: alunos do ensino fundamental passam por avaliação diagnóstica

 

Os estudantes estão passando por testes de Língua Portuguesa e Matemática

Alunos do segundo, terceiro, quinto e nono anos da Rede Municipal de ensino de Martinópole participam de uma avaliação diagnóstica realizada pelo Governo do Ceará. O protocolo Mais Paic tem como objetivo avaliar as competências e habilidades dos estudantes de cada ano do Ensino Fundamental.


Os estudantes estão passando por testes de Língua Portuguesa e Matemática. “O objetivo é fazer um diagnóstico da situação desses estudantes após esse período mais crítico da pandemia e do ensino remoto. Essa avaliação vai nos subsidiar no planejamento para o retorno do ensino híbrido”, explicou a gerente do Mais Paic de Martinópole, Maria Cristiany Cabral.


Cerca de setecentos alunos estão sendo avaliados por meio do Mais Paic. “Até o final desta semana, aqueles que não puderam comparecer vão poder fazer em outro momento. Há um prazo para as escolas consolidar os gabaritos, que vão ser lançados no sistema do governo do Estado e que geram os resultados para que possamos dar a devolutiva às escolas”, afirma a gerente.

 

Segundo Cristiany, esse protocolo é realizado anualmente pelo Governo do Estado, dividido em duas etapas, inicio do primeiro semestre primeira avaliação e a segunda no segundo semestre. Cada escola é responsável pela aplicação dos testes. “Neste ano a aplicação começou no mês de junho apenas com as turmas de 2º, 3º e 4º anos, esta semana participaram as turma de 9º ano”, disse.


Após os relatórios disponíveis dos resultados, os professores recebem através de encontros pedagógicos com os técnicos  da secretaria, ao qual vão em busca de melhorar os resultados de aprendizagem, tendo como base os documentos DCRC (Documento Referencial Curricular do Ceará) e OCPC (Orientações Curriculares Prioritárias do Ceará). "Acho importante essa avaliação pois, temos uma visão bem ampla de como estão  nossos alunos e traçar estratégias para suprir as dificuldades" ressalta Cristiany Cabral. 

 


 

Nenhum comentário: