domingo, 27 de fevereiro de 2022

Ucrânia aceita negociar com Rússia na fronteira com Belarus

O encontro será na região do rio Pripyat e, conforme o governo ucraniano, não foram estabelecidas condições prévias de negociação - Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia (Foto: Reprodução/Twitter)

O governo da Ucrânia informou neste domingo, 27, que concordou em ir até a fronteira do país com Belarus para negociar um possível cessar-fogo com a Rússia, após guerra lançada sobre o país na última quinta-feira, 24.

 

O anúncio ocorre poucas horas depois de o presidente ucraniano Volodimir Zelensky criticar a escolha por Minsk, capital bielorrussa, para sediar o encontro entre as partes envolvidas, e uma hora e meia após o fim do prazo dado pela Rússia para a Ucrânia decidir sobe as condições impostas para um cessar-fogo. O encontro, porém, ocorrerá sem condições prévias, conforme ponderou a Ucrânia.

 

“A delegação ucraniana se reunirá com a [delegação] russa, sem estabelecer condições prévias. na fronteira ucraniana-bielorrussa, na região do rio Pripyat”, anunciou o Ministério da Defesa ucraniano.

Ainda segundo o governo da Ucrânia, o ditador de Belarus, Aleksander Lukashenko, assumiu a responsabilidade de garantir que todos os aviões, helicópteros e mísseis que estão em território bielorrusso permanecerão no solo durante a viagem, a reunião e o retorno da delegação ucraniana.




Nenhum comentário: