sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

Vereador Rômulo se retrata após chamar professores de gulosos

 

Após chamar os professores de gulosos, durante debate na Câmara de Iguatu, vereador pede desculpas por infelicidade em pronunciamento na tribuna ( Foto: reprodução/captura de tela)

O vereador Rômulo Fernandes (PSD), usou o Pequeno Expediente para se retratar por uma fala sua referente durante discussão sobre o complemento do repasse de 10,18% do piso do magistério do município de Iguatu, na sessão do último dia 22.

 

"Então, aqui eu me dirijo espontaneamente, já fiz formalmente e que fique registrado, que o sindicato deles tome conhecimento que aqui é verdadeiro o pedido de desculpas e a minha retratação, jamais tive a intenção, infelizmente me perdi no fervor da discursão, (eu perdi as estribeiras como diz no popular), mas aqui mais uma vez me retrato, peço desculpas e espero que isso nunca mais venha acontecer", disse o vereador.

 

Durante debate na Câmara, realizada nesta terça-feira, 22, que envolvia a discussão sobre o reajuste de 33,24% ao magistério do município de Iguatu, valor proposto pelo governo federal ao piso salarial nacional da categoria, o vereador Rômulo Fernandes (PSD), chamou os professores de gulosos.

 

Vocês botem uma coisa na cabeça, senhores professores, o município não só tem vocês como funcionários não. Vocês são muito gulosos. Tenham paciência, pelo amor de Deus. Vocês se acham o ‘tal’. Nós aqui não temos medo de ‘zuada’”, disparou o parlamentar, sob vaias dos professores que estavam presentes na Câmara.

 

A fala do vereador Rômulo, que utilizou o microfone da Câmara Municipal de Iguatu para menosprezar a luta das professoras e dos professores da rede municipal, que não aceitam o reajuste concedido pela Prefeitura, que achata a Carreira do Magistério no Município, repercutiu negativamente nas redes sociais.

 

Internautas apontam contradição na fala do parlamentar. “Eles lembram que, em 2020, em meio ao período mais grave da pandemia, os vereadores de Iguatu aproveitaram o momento para aumentar seus próprios salários de R$ 4,9 mil para R$ 10,9 mil”, escreveu um internauta.


O Deputado Federal Idilvan Alencar (PDT-CE), também se manifestou nas redes sociais desaprovando a fala do vereador.


Entenda mais

Tramitava na Câmara o projeto de complemento do repasse de 10,18% do piso da categoria. A nova pauta assegura reajuste nas tabelas dos profissionais para que não exista profissional com salário abaixo do piso nacional. Representantes dos professores defenderam que a pauta não foi discutida com os profissionais. Eles pediram então pela retirada do projeto e efetivação do repasse de 33,34%, conforme sugerido pela União.

 

Em discurso exaltado, Rômulo disse que os professores deram "mau exemplo" ao atrapalhar o seu pronunciamento. “Vocês [professores] têm que acordar para realidade. Não vão se basear pelos vereadores de oposição que só querem atrapalhar. Os projetos votados dão benefícios para diversas categorias. O município não só tem vocês como funcionários. Vocês são muito gulosos. Tenham paciência. Vocês se acham ‘o tal‘. Não temos medo de ‘zoada’. Se viessem com educação talvez ganhassem mais coisas [benefícios]”, discursou o parlamentar em meio a vaias.

Assista ao Vídeo:

Na Casa, o vereador ocupa uma vaga de suplente pela sua legenda e integra a base do prefeito da cidade, Ednaldo Lavor (PSD).



 

Nenhum comentário: