sexta-feira, 20 de maio de 2022

Polícia Federal faz operação em casas de juízes federais suspeitos de corrupção em Fortaleza

 

Polícia Federal apreende R$ 930 mil em dinheiro em operação que apura participação de juízes em esquema de corrupção — Foto: PF/Divulgação

Noventas agentes da Polícia Federal cumpriram dezenove mandados de busca e apreensão em Fortaleza e outros estados na manhã desta sexta-feira, 20.

 

A operação foi batizada Skiagrafia, teve como objetivo investigar suspeita de um esquema de corrupção de juízes federais, advogados, empresários e servidores públicos.


 De acordo com o titular da Delegacia Regional de Combate à Corrupção, Alan Robson, o diretor do escritório suspeito de envolvimento no esquema era ex-diretor da Justiça Federal e tinha "grande influência" entre juízes.

 

"Ele era ex-diretor da Justiça Federal. Saiu da Justiça Federal e e foi implantado no escritório de advocacia que tinha uma movimentação atípica. E ele tinha forte influência na Justiça", afirmou.


Os agentes estiveram nas residências dos suspeitos em Brasília, São Paulo, Recife, Dourados (MS) e Fortaleza.

 

As investigações tiveram início em 2019, através de informações da Procuradoria da Fazenda Nacional, com participação de magistrados, advogados e empresários que eram devedores do Fisco Federal com ações em na Justiça Federal entre os anos de 2012 a 2016, que deram prejuízos bilionários aos cofres da União.

 

Apreensão

 

Os policiais federais encontraram durante a operação uma quantia de R$  930.000,00 em espécie em um escritório de advocacia em São Paulo. Há suspeita de origem ilícita.



Nenhum comentário: